321achei | ProCorretor

5 Dicas Financeiras para Corretores de Imóveis Iniciantes

0
5 Dicas Financeiras para Corretores de Imóveis Iniciantes
5 (100%) 132 votes

O salário de um corretor de imóveis é inconstante por isso é importante ter um planejamento financeiro para quem está começando nesta carreira.

Se você ainda não sabe, o corretor de imóveis trabalha de forma autônoma, seus ganhos são ilimitados, porém somente receberá após realizar uma venda e até que isso ocorra, e a consequente burocracia para que o valor da comissão seja enfim depositado em sua conta bancária, você precisará ter uma reserva de fundos para que seu dia a dia seja tranquilo até a comissão chegar. Veja aqui algumas dicas financeiras importantes e se mantenha à frente:

Planejamento

Os corretores de imóveis que estão ingressando na carreira normalmente precisam de um planejamento financeiro por no mínimo seis meses, estimativa conservadora, pois o ideal seriam dois anos de economias guardadas para que você em sua nova carreira possa se concentrar completamente nas vendas e conquista de novos clientes, afinal se estressar em como você irá pagar suas contas no final do mês realmente não ajuda com a sua performance nas vendas.

Taxas

Além de precisar bancar sua própria alimentação, seu transporte e deslocamento, manutenção do seu veículo, gastos com planos de internet móvel, você como corretor de imóveis iniciante ainda terá que efetuar o pagamento do CRECI, que é anual, e o primeiro cadastro ainda é mais caro do que os outros, então além de ter um gasto extra para esta e outras taxas que você como corretor terá que pagar, também tem seus próprios gastos com roupas, sapatos, materiais e equipamentos e o mais importante de todos: Seu marketing e publicidade, garantindo que seus clientes cheguem até você.

Paciência

Muitos corretores descobrem que apesar de conquistar a primeira venda rapidamente, o pagamento pode vir a demorar em virtude de toda a burocracia envolvida, e sem dinheiro no banco acabam desistindo logo desta carreira, mas é importante se lembrar que os corretores de imóveis costumam ter estabilidade nesta área após o segundo ano de prática desta profissão, portanto é importante ter, acima de tudo, paciência.

Fonte de renda alternativa

Até estar financeiramente estabilizado, você pode considerar ter um segundo ou terceiro emprego, trabalhando, pelo menos inicialmente, como corretor de imóveis nas suas horas vagas, também poderá adiar seu ingresso nesta carreira até ter criado uma poupança que irá mantê-lo pelos próximos seis meses, com dinheiro de sobra para a publicidade e estratégia de marketing, garantindo que as vendas ocorram com a rapidez desejada.

Trabalho online

Caso você não queira voltar para o mercado de trabalho com um segundo ou terceiro emprego, poderá tentar as inúmeras formas de renda extra através de trabalho online, se tornando um empreendedor digital até que sua prática como corretor de imóveis se estabilize, para esta dupla jornada será necessário ter muita organização e acima de tudo energia, afinal são duas áreas que demandam muito empenho para adquirir os resultados esperados. Alguns exemplos do que pode ser feito online é o marketing de afiliado, vendas de produtos em marketplaces ou consultorias de alguma área em que você seja especialista.

E você corretor, que diga você dá para os novos corretores do mercado? Como você aprendeu até chegar aqui?

Você também vai gostar de ler Mais artigos do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.